sempre cabe mais um… um lugar, um bom amigo, uma nova cor…

Não te amo com a força de quem quer destruir.

[e o não-amor tem uma força que a tudo descolore]

Te quero poder negar – contradição do querer.

Ter-te para deixar-te – fraqueza de quem duvida

Ter-te-ver para deixar-te ir – calma de quem não tem.

Ver-te ir sem ter-te amor.

De raiva, seguir só.

Coisa de quem só quer o amor.

 

Julho de 2011.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s