sempre cabe mais um… um lugar, um bom amigo, uma nova cor…

tai

Sou arquiteta. Sou Planejadora Urbana. Sou os diplomas que conquistei.  Sou o que as pessoas acham que sou. Sou o que eu acho que sou, e o que mudo o tempo todo. Sou o que amam em mim os meus queridos e o que não suportam em mim meus dissabores. Sou o que tento descobrir a cada instante. Sou o que nunca vou saber. De mim: de dentro, fora, de perto, de longe. Sou meus intangíveis.

Anúncios

4 Respostas

  1. stufftobeused

    Tai, linda!
    Vim te visitar e seguir…
    Bjo, Gê

    08/07/2012 às 17:34

  2. Jakson Miranda

    Caríssima Taiana,

    Como tu me convidaste, voltei…

    Concordo perfeitamente que o despertar das nossas emoções é a função mais pura e bela das palavras, pois tudo o que é expresso com a verdadeira essência do belo (quem realmente somos) transcende a nobreza da alma que as recita. E é exatamente por isso que, perdoe-me a sinceridade, sob um humilde prisma artístico, teus textos despontam em mim esboços de quadros sob os traços de Leonid Afremov, como a quietude molhada que sobrevém aos raios e trovões de ver a tempestade chegar, apaziguados sob o aconchego de uma cabana, com todos os sujeitos e predicados ali presentes, e ao fundo uma singela figura feminina (a autora) a recitar versos de uma forma encantadoramente enfática e meiga, como a frase final “e eu sempre penso no pai quando vem a chuvarada”, de uma ternura naturalmente gaúcha…

    Abraço,

    Jakson

    22/02/2012 às 23:56

  3. Jakson Miranda

    Caríssima Taiana (porque caríssimas são as raras pessoas desse nosso mundo velho que possuem uma dialética diferenciada e sensibilidade de alto nível com as palavras),

    Conheci teus textos através do blog PONTO O, que também admiro muito, pela construtividade nesse universo de poucas opções da internet, e confesso que fiquei simplesmente encantado com as tuas ideias e conceitos expostos nos textos.

    Parabéns,

    Jakson

    19/02/2012 às 02:02

    • Caro Jakson,

      Fiquei realmente lisonjeada com sua presença por aqui mas, principalmente, pelas belas palavras com as quais adjetivaste meus textos.
      Mais do que isso, fico feliz por provocar seus sentimentos com minhas palavras (quase) sinceras… penso que o despertar das nossas emoções é a função mais pura e bela das palavras.

      Volte sempre!
      Grande abraço,

      Taiana.

      22/02/2012 às 20:03

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s